3 de jun de 2011

PROCURANDO A FELICIDADE !




Desde sempre todos procuramos a felicidade.
É uma máxima humana: ser feliz.
Até aí, tudo bem. Todos devemos querer ser felizes.
O problema está no modo como encaramos a felicidade. Buscamos por ela 
como o fazemos por um qualquer outro bem que desejemos possuir. Não 
entendemos que, ao procurar a felicidade, nós podemos afastá-la cada vez
mais.
De tanto procurar, às vezes acabamos por perdê-la, porque não percebemos
a sua presença, tal não é a obsessão de a encontrar, aconteça o que 
acontecer.
Temos que entender que felicidade não é algo material. Não está à venda 
numa prateleira de supermercado. Mas, ao contrário do que muitos pensam,
está ao alcance de todos.
Só que há um grande problema: todos a buscam como se tratasse de uma caça ao 
tesouro .
Talvez até tenham razão, pois no fundo a felicidade é o ouro da vida. 
Mas o simples ato de “procurar” torna tudo mais difícil.
Não é errado querer procurar a felicidade.
O erro está no modo como a procuramos.
Cada vez mais se procura a felicidade nos lugares errados.
Cada vez mais vivemos numa sociedade consumista, que dá muito valor aos 
bens e muito pouco às emoções e sentimentos dos que nos rodeiam.
Há quem veja a felicidade numa peça de roupa, num carro, numa casa…Mas, 
lá no fundo, bem dentro, todos temos esse grande objetivo que é 
alcançá-la.
Alguns ainda sonham com a felicidade eterna. Pura utopia.
Temos que aproveitar o momento, desfrutar ao máximo cada instante, 
porque nunca se sabe o que há de vir.
Com toda a certeza, não haverá apenas bons momentos. É elementar. E, por
mais que nós queiramos, não vamos ser sempre felizes.
Até porque o velho “E viveram felizes para sempre…” já se vai…
É sempre tempo de olhar em frente. Deixar no passado o que a ele 
pertence. E não deixar que isso impeça o futuro.
Pensar nos nossos sonhos. Pensar num modo de os concretizar.
E, sobretudo, lutar muito, mas muito mesmo. Nunca entregar todos os 
pontos.
Acreditar sempre, mesmo quando todos nos dizem que já não vale a pena.
Porque, verdade seja dita, somos nós que trilhamos o nosso caminho para a
felicidade.
Paz Profunda !

Nenhum comentário: