5 de nov de 2010

Quanto a Mim... - Clarice Lispector




“Quanto a mim assumo minha solidão.
Que às vezes se extasia como diante de fogos de artifício. 
Sou só e tenho que viver uma certa glória íntima que na solidão pode se tornar dor. 
E a dor, silêncio.
Guardo o seu nome em segredo.
Preciso de segredos para viver.”

Clarice Lispector

Nenhum comentário: